IGREJA APOSTÓLICA VIDA ABUNDANTE

IGREJA APOSTÓLICA VIDA ABUNDANTE
2017 Ano da Paternidade

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Padeiro cristão é processado por se recusar a fazer bolo para casamento gay

Padeiro cristão é processado por se recusar a fazer bolo para casamento gay
Um empresário cristão na Irlanda do Norte está enfrentando um processo por “discriminação ilegal” após se recusar um pedido para fazer um bolo com um slogan de apoio ao casamento gay em sua padaria.
A controvérsia começou em maio deste ano, quando a organização de direitos gays local, QueerSpace, fez a encomenda para um casamento gay à padaria Ashers Baking Company.
O pedido do bolo incluía uma foto dos personagens Bert e Ernie, de “Vila Sésamo”, ao lado do logotipo do QueerSpace e da mensagem “Em apoio ao casamento entre homossexuais”.
A Comissão de Igualdade da Irlanda do Norte disse que iria tomar medidas legais contra Ashers Baking Company e que o caso tem implicações mais amplas para as leis de igualdade e discriminação na Irlanda do Norte.
“Este caso levanta questões de importância pública, à medida em que os fornecedores de bens e serviços podem recusar um pedido em razão da orientação sexual, crença religiosa e de opinião política”, disse a comissão em um comunicado.
Daniel McArthur, gerente geral da padaria de sua família, disse em um vídeo publicado esta semana que a padaria não iria recuar e que este caso seria mais uma “batalha entre Davi e Golias”.
“[A padaria] Ashers Baking Company está disposta a servir a qualquer cliente, independentemente do seu estilo de vida sexual. Mas nós não queremos ser obrigados a promover uma causa que é contra as nossas crenças bíblicas”, disse McArthur ao site do Instituto Cristão.
O padre Tim Bartlett, conhecido na Irlanda do Norte, ficou do lado da padaria. Em entrevista à BBC, disse que ele não iria trabalhar com a comunidade gay até que “o direito de todas as pessoas, neste caso os cristãos, tivesse sua liberdade de consciência respeitada pela Comissão para a Igualdade e pela comunidade gay”.
A Irlanda do Norte é a única região do Reino Unido que ainda proíbe o casamento gay, que foi legalizado na Inglaterra e no País de Gales, em julho de 2013, e na Escócia, em fevereiro deste ano. A República da Irlanda irá realizar um referendo sobre o casamento homossexual no início do próximo ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário