IGREJA APOSTÓLICA VIDA ABUNDANTE

IGREJA APOSTÓLICA VIDA ABUNDANTE
2017 Ano da Paternidade

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Roberto Brum encerra carreira aos 33 anos para se dedicar ao ministério pastoral

Roberto Brum encerra carreira aos 33 anos para se dedicar ao ministério pastoral
O ex-jogador Roberto Brum, conhecido no meio futebolístico por suas entrevistas coletivas sempre animadas, encerrou a carreira recentemente e decidiu tornar-se pastor. Em sua carreira, atuou por clubes como Fluminense, Coritiba, Santos e Figueirense, e aos 33 anos, jogando pelo São Gonçalo, clube do Rio de Janeiro, pendurou as chuteiras.
Convertido há doze anos, Brum afirma que abandonou as baladas e passou a viver uma vida de acordo com a palavra de Deus: “Não era dá pá virada, mas cheguei perto e minha carreira não deslanchava. Aceitei Jesus e virei um marido fiel, sem vida dupla e valorizei meus filhos (Brenda tem 12 anos e Robert 6). Jesus me trouxe isso de volta e não me arrependo. Me tornei uma pessoa melhor”, testemunha.
Brum revela que a decisão de abandonar o futebol e tornar-se pastor não foi imediata: “Recebi o chamado há dois anos, mas não me achava preparado, apesar das pessoas me tratarem assim. Há seis meses, recebi outro chamado e revelações, e vi que era minha hora”, conta o ex-jogador ao jornal Extra.
O pastor Roberto Brum, que lidera a “Igreja de Deus – O Senhor Está Aqui”, denominação fundada por ele, conta que em sua carreira, compartilhou o evangelho com seus companheiros, e revela que Neymar e Paulo Henrique Ganso eram frequentadores assíduos dos cultos que realizava em sua casa, quando jogava pelo Santos: “Eles sempre apareceram nos cultos. E o Rafael também. Inclusive, eu e um pastor meu amigo o batizamos em um rio de Cubatão”.
A doutrina da “Igreja de Deus – O Senhor Está Aqui”, segundo Brum, é liberal: “Deus não faz distinção de ninguém pelo que veste. Nós também não”, justifica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário