IGREJA APOSTÓLICA VIDA ABUNDANTE

IGREJA APOSTÓLICA VIDA ABUNDANTE
2017 Ano da Paternidade

terça-feira, 5 de junho de 2012

Pastor afirma que homossexuais deveriam ser executados pelo governo: “desestimularia as pessoas a saírem do armário”

Pastor afirma que homossexuais deveriam ser executados pelo governo: “desestimularia as pessoas a saírem do armário”
Após as polêmicas declarações do pastor Charles Worley, que sugeriu que oshomossexuais fossem trancados para morrer por não se reproduzirem, outro pastor chamou a atenção da mídia por causa de declarações semelhantes.
O pastor Curtis Knapp, da New Hope Baptist Church, em Kansas, Estados Unidos, afirmou que os homossexuais do país “deveriam ser executados”.
As declarações de Knapp ocorreram durante a ministração de um sermão, em que citava o livro deLevítico, capítulo 20, versículo 13: “Quando também um homem se deitar com outro homem, como com uma mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o seu sangue cairá sobre eles”.
A partir dessa menção à Bíblia, o pastor declarou enfaticamente: “Eles deveriam ser executados. É o que acontecia em Israel. É por isso que a homossexualidade não se expandia em Israel. A execução limita que outros sejam convertidos ao homossexualismo. Tende a desestimular as pessoas a sair do armário. Oh, então você está dizendo que devemos sair e começar a matá-los? Não, eu estou dizendo que o governo deveria. Eles não irão, mas deveriam”, afirmou o pastor, de acordo com informações do LifeSiteNews.
O pastor ainda criticou o fato de a homossexualidade não ser interpretada como transgressão perante a lei: “Castigamos a pedofilia. Castigamos o incesto. Castigamos a poligamia e várias coisas. É só a homossexualidade que é excluída como uma isenção”.
Curtis Knapp ainda comentou a possível reação das pessoas ao saber de sua opinião, e afirmou que estava apenas mencionando ordens divinas: “Você dirá: Oh, eu não posso acreditar, você é horrível. Você é um neandertal. É disso que você está chamando Deus? Ele é um neandertal? As Escrituras são a Sua Palavra ou não? Se é a Sua Palavra, Ele ordenou. É sua ideia, não a minha. E eu não me envergonho disso. Ele disse que os executará. Será que a igreja irá arrastá-los a morte? Não, eu não vou dizer isso. A igreja não tem esse poder, mas o governo tem. O governo deveria. Você tem uma ideia melhor? Uma ideia melhor do que a de Deus?”.
Ao final, o pastor Curtis Knapp frisou que mesmo sendo contra a prática do homossexualismo, não tomaria nenhuma iniciativa contra gays e lésbicas: “Não creio que eu deveria levantar um dedo contra eles. Minha esperança é que eles se salvem, não que morram”.
Fonte: Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário