IGREJA APOSTÓLICA VIDA ABUNDANTE

IGREJA APOSTÓLICA VIDA ABUNDANTE
2017 Ano da Paternidade

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

PT estaria buscando aliança com PSD para atrair voto dos evangélicos, que segundo jornalista, estariam pretendendo atrapalhar campanha petista

PT estaria buscando aliança com PSD para atrair voto dos evangélicos, que segundo jornalista, estariam pretendendo atrapalhar campanha petista
As eleições municipais de 2012 poderão mostrar um quadro de confronto entre lideranças evangélicas e o Partido dos Trabalhadores. Recentemente, um dos homens mais influentes do partido, afirmou que é preciso calar as lideranças evangélicas para que o PT consiga por em prática seu projeto de governo.
Em São Paulo, o prefeito Gilberto Kassab tenta montar uma aliança entre seu partido, o PSD e o PT para vencer as próximas eleições municipais. O candidato do PT, definido com o apoio do ex-presidente Lula, é o ex-ministro da Educação, Fernando Haddad, responsável pelo Kit-Gay que seria distribuído nas escolas públicas e foi vetado pela presidente Dilma depois de muita pressão dos líderes evangélicos, como o senador Magno Malta e o pastor Silas Malafaia.
Há, por parte de Kassab, a esperança de que ele consiga atrair os votos dos evangélicos, e segundo informações do “Blog do Josias”, no portal Uol, o prefeito paulistano garante ter alianças com pastores de grande influência no meio evangélico, como o pastor Silas Malafaia.
Entre os políticos do PSD estão, por exemplo, o irmão do pastor Silas Malafaia, Samuel Malafaia; Arolde Oliveira, economista, político e um dos donos da MK Music; Marcos Soares, filho do missionário R. R. Soares; e Marcelo Aguiar, cantor gospel que recentemente trocou a Igreja Renascer pela Assembleia de Deus Brás, do pastor Samuel Ferreira.
Segundo o jornalista Lauro Jardim, do Radar On Line da revista Veja, embora tanto PT quanto PSD desejem formar aliança, as lideranças evangélicas pretendem infernizar a vida do PT e seu candidato, Fernando Haddad, por conta de seu famoso Kit-Gay.
Fonte: Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário