IGREJA APOSTÓLICA VIDA ABUNDANTE

IGREJA APOSTÓLICA VIDA ABUNDANTE
2017 Ano da Paternidade

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

O funeral de Whitney Houston foi marcado por lembranças de sua formação cristã. Sua discipuladora afirmou que “o corpo de Cristo perdeu uma joia preciosa”

O funeral de Whitney Houston foi marcado por lembranças de sua formação cristã. Sua discipuladora afirmou que “o corpo de Cristo perdeu uma joia preciosa”
O funeral da cantora Whitney Houston aconteceu no último sábado (18), na Igreja Batista New Hope, de Newark, e foi marcado por diversas lembranças e referências à formação cristã que a cantora teve.
A cerimônia fúnebre foi transmitida pela internet, e começou com um discurso proferido pelo prefeito da cidade, Cory Booker, que disse: “Estamos aqui para celebrar a sua vida. Deus está no céu e com ele está o nosso anjo. Nós te amamos Whitney Houston”.
Diversas celebridades estiveram presentes na cerimônia, entre eles Donnie McClurkin, Bebe Winans, KimBurrell, Alicia Keys, Stevie Wonder, Dionne Warwick, R. Kell e Kevin Costner, que fez um discurso comovente, no qual lembrou que, assim como Whitney, também foi criado em uma igreja batista, e que ambos tiveram de lutar contra os mesmos obstáculos para fazer sucesso.
“Whitney voltou para casa hoje, para o lugar onde tudo começou. Peço que sequemos nossas lágrimas, não fiquemos tristes, ao invés disso lembremos o doce milagre que era Whitney. Não podemos esquecer que Bobbi Kristina [filha] e Cissy [mãe] ainda estão entre nós. Whitney e eu tínhamos muito em comum”, disse Costner em seu discurso. Ele ainda afirmou que a igreja era a maior ligação entre eles, e encerrou dizendo: “Você não era apenas bonita, você era tão bonita quanto uma mulher pode ser. Eu fui seu guarda-costas de mentirinha não muito tempo atrás, e agora você se foi”.
A mãe da Whitney, a cantora gospel Cissy Houston, fez uma revelação: “Nunca te contei que, quando você nasceu, o Espírito Santo me disse que você não ficaria comigo por muito tempo. Agradeço a Deus pela linda flor que ele me permitiu criar e amar por 48 anos. Descanse em paz, minha filhinha!”.
O pastor Joe Carter fez uma breve meditação e afirmou “Viemos aqui para celebrar e é isso que vamos fazer na nossa igreja. As pessoas amorosas que você vê, esta família, que ama o Senhor, é a sua fé que nos mantém juntos.”
De acordo com o Christian Post, apesar das críticas de que ela era viciada em álcool e drogas, nos últimos dias várias pessoas deram testemunho de que a cantora estava em paz com Deus. Segundo o Huffington Post, pessoas próximas à cantora afirmam que ela nunca se esqueceu de sua formação cristã.
A cantora gospel Shirley Caesar, que discipulou Houston na adolescência e recentemente voltou a ajudá-la, afirmou que Whitney buscou muito a Deus em sua vida. Caesar afirmou: “O corpo de Cristo perde uma joia preciosa, no meu entendimento”. A mentora espiritual disse ainda que “ela tinha uma unção inegável em sua voz” e que ainda era a “mesma menina que sabia que Jesus a amava”.
Sobre as lutas da cantora com o álcool e as drogas Shirley Caesar disse que “ela estava procurando por alguém que tivesse o poder de Deus em sua vida para ajudá-la”. Ela contou ainda que há alguns meses a cantora visitou uma igreja pentecostal, onde afirma que o poder de Deus caiu sobre a Houston, que “ficou falando em línguas por cerca de 30 minutos deitada, só louvando ao Senhor”.
Relatos de pessoas próximas à cantora afirmam que em seus últimos dias Houston sentia que ia morrer. “Ela sentiu que sua hora estava chegando e realmente queria ver Jesus”, explicam. Dois dias antes de sua morte, Houston chegou a cantar “Jesus Loves Me” em uma festa em Los Angeles.
Em uma de suas últimas entrevistas, Houston falou como sua fé a estava ajudando a lidar com seu vício em drogas: “Eu sabia que Deus sempre está lá, esperando. Eu sabia que a luz continua lá. Eu estou apenas tentando voltar para ele”, disse, em uma conversa com a apresentadora Oprah Winfrey.
Fonte: Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário