IGREJA APOSTÓLICA VIDA ABUNDANTE

IGREJA APOSTÓLICA VIDA ABUNDANTE
2017 Ano da Paternidade

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Mulher processa igreja evangélica alegando ter sido ferida pelo “Espírito Santo”

Mulher processa igreja evangélica alegando ter sido ferida pelo “Espírito Santo”
Uma mulher chamada Cheryl Jones está processando uma igreja no Michigan alegando ter sido ferida por uma senhora enquanto esta estava fora de controle por estar “cheia do Espírito Santo”. Jones alega que estava na igreja Disciples Christian Fellowship quanto uma senhora “recebeu” o Espírito Santo e caiu para trás lhe causando ferimentos.
Jones fez uma denúncia formal à instituição religiosa alegando que não havia ninguém na igreja para segurar a mulher que perdeu o controle durante o culto, e que a culpa é da igreja por não conseguir protege-la dos ferimentos que acabou sofrendo na cabeça, pescoço, costas e nádegas.
Alegando dor física, trauma mental e emocional Jones acusa a igreja por descuido e negligência e pediu indenização de US$ 50.000, valor que seria destinado a pagar seu tratamento médico. Ela alegou ainda que a igreja tem geralmente dois diáconos que ajudam as pessoas que perdem o controle durante o culto, mas que naquele dia, ninguém foi ajudá-la.
Brian Millikan, advogado de Cheryl Jones, disse: “Eles [a igreja] deveriam ter avisado tanto minha cliente quanto as outras pessoas ali deste perigo em potencial. Em especial se eles não vão ter diáconos ou outros membros para ajudar essas pessoas quando caem”.
“A ideia de ser tocado pelo Espírito Santo é render-se. Ao fazer isso, essas pessoas estão rendendo-se a um colapso involuntário. As igrejas parecem tratar esta questão como se o Espírito Santo tirasse a capacidade dos indivíduos em continuar de pé”, disse Jonathan Turley, professor de direito penal na Universidade George Washington, que questiona se a igreja pode ser responsabilizada por não antecipar essas situações.
Turley disse também, ao ABC News, que as pessoas tendem a ignorar seu potencial risco quando entram em frenesi por estarem “cheias do Espírito Santo”.
O caso não é inédito na justiça americana. Outras pessoas já moveram ações similares alegando que igrejas falharam em protegê-las de lesões que sofreram dentro dos templos. Recentemente o Tribunal de Apelações do Michigan confirmou a decisão do júri em cobrar US$ 40.000 em indenizações de uma igreja e afirmou que é “dever da igreja disponibilizar pessoas para aparar os congregantes que eventualmente caem”.
Fonte: Gospel+

Deputado gay Jean Wyllys afirma que pastores evangélicos brasileiros têm as mãos sujas de sangue

Deputado gay Jean Wyllys afirma que pastores evangélicos brasileiros têm as mãos sujas de sangue
Depois de atacar a igreja Católica afirmando que o papa Bento XVI é um “genocida em potencial”, o deputado militante da causa LGBT, Jean Wyllys (PSOL-RJ), acusou pastores brasileiros como Silas Malafaia de ter as mãos sujas de sangue por causa da morte de homossexuais no país.
Na última sexta feira o deputado concedeu uma entrevista ao jornal britânico TheGuardian na qual comparou sua luta pela causa LGBT no país com a saga de Dom Quixote de La Mancha. Dom Quixote é um personagem criado por Miguel de Cervantes conhecido na literatura por sair em uma aventura, com uma visão distorcida da realidade, para viver um romance de cavalaria.
O deputado afirmou que sua luta em torno da causa LGBT “é uma batalha difícil de combater”, mas ressaltou que essa seria sua vocação: “Mas esta é a minha vocação. Minha vocação. Eu sinto que eu preciso para estar aqui”, destaca Wyllys.
Wyllys disse ao jornal que faz parte da linha de frente de uma briga cada vez mais venenosa com uma legião de pastores evangélicos radicais. Ele afirmou também que a reputação do Brasil, como uma nação arco-íris aberta e tolerante, é prejudicada pela agitação dos pastores que realizam exorcismos de lésbicas e gays.
O jornal britânico afirmou que ‘radicais da direita religiosa’ odeiam Jean Wyllys, e acusa religiosos, como o pastor Silas Malafaia, de atacarem o parlamentar com mensagens depreciativas.
Wyllys, que é umbandista, disse que “as mãos de Silas Malafaia e desses outros pastores estão cobertas de sangue: ‘o sangue dos homossexuais que morrem em vítimas no Brasil, por ‘homofobia’.” O parlamentar se referia à oposição das lideranças cristãs em relação à mudança da Constituição Federal para permitir o casamento gay.
Fonte: Gospel+

Igreja coloca anúncio nos classificados oferecendo vaga para pastor que tenha passado pela Igreja Universal ou pela Mundial

Igreja coloca anúncio nos classificados oferecendo vaga para pastor que tenha passado pela Igreja Universal ou pela Mundial
A “Igreja Global do Poder de Deus” colocou um anúncio nos classificados do jornal Gazeta do Povo, de Curitiba (PR) na sexta-feira (27), oferecendo uma vaga de emprego para pastor. O texto do anúncio pedia ainda que o candidato fosse originário da Igreja Universal ou da Igreja Mundial.
“Precisa-se de pastor para evangelizar que seja originário da Mundial ou Universal – tratar com Bispo Antônio José pelo telefone 41 7XXX-XXXX”, esse era o texto do anúncio que colocava a vaga de pastor na seção de serviços do jornal, como se fosse um anúncio para uma vaga de emprego comum.
Esse anúncio gerou diversas discussões na internet questionando a validade de se oferecer um cargo ministerial como vaga de emprego. Um artigo no The Christian Post falou do caso como mercantilização da fé: “A impressão é que a mercantilização parece ter chegado a tal ponto que a função do ministério já não é considerada como vocação, ou chamado de Deus, mas como uma ocupação devidamente remunerada”.
Ao ler o anúncio o radialista Luiz Carlos Martins ligou ao vivo durante seu programa na Rádio Banda B e conversou com o bispo que oferecia a vaga. Durante a conversa o bispo explicou que a igreja tem sede em Ponta Grossa e estaria “abrindo uma na região metropolitana”, por isso estava pedindo pastor.
Sem detalhar valores o bispo explicou também que a remuneração seria diferente dependendo do estado civil do candidato e que a igreja bancaria também outras despesas, como aluguel, se fosse necessário.
Quando perguntado sobre em qual cidade seria aberta a nova igreja o bispo informou que seria em São José dos Pinhais. O radialista comentou a resposta perguntando: “É bom, porque é uma cidade rica não é?”, ao que o bispo respondeu: “Exatamente”.
Fonte: Gospel+

sábado, 28 de janeiro de 2012

IGREJA APOSTÓLICA VIDA ABUNDANTE EM JOINVILLE INAUGURAÇÃO!

1ª NOITE DA INAUGURAÇÃO DA IAVA EM JOINVILLE! VEJAM AS FOTOS



Pr Mauro Ramos Apresentando a Igreja na noite de Inauguração!


Prs Mauro e Andréia Ramos e a Letícia Filha dos pastores com os Prs Alexandre e Lúcia Daltro

 

ESTA É A FACHADA DA IGREJA




Prs Mauro Ramos e Alexandre Daltro


Pr Alexandre e o Pb André


Pr Alexandre Daltro e o Pb Marcial Pereira


Casal de Excelência Sônia e Dc Gilson Companheiros nesta viagem!



IRMÃOS CATARINENSES VIVENDO UMA VIDA ABUNDANTE! SHALOM

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Obama faz discurso contra concorrência chinesa no comércio exterior

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, defendeu nesta terça-feira (24) a adoção de mais medidas para proteger o país do que chamou de concorrência desleal no comércio exterior. As medidas visam principalmente a reagir ao crescimento chinês no comércio internacional. Segundo ele, não haverá tolerância para os que descumprirem as regras internacionais. “Não serei tolerante quando os nossos concorrentes não cumprirem as regras”, disse ele.
A iniciativa de Obama ocorre um dia depois de a Casa Branca anunciar que no próximo dia 15 o vice-presidente chinês Xi Jinping – apontando como o sucessor do atual presidente da China, Hu Jintao – visitará o país.
Em seguida, Obama acrescentou que “não é certo quando outro país permite que sejam pirateados filmes, músicas e software e não é justo quando os fabricantes estrangeiros têm vantagem” sobre os produtos norte-americanos “só porque recebem grandes subsídios”.
O presidente norte-americano disse ainda que vai aumentar o número de inspeções para impedir a entrada de bens falsificados e prejudiciais à saúde. Obama ressaltou também que durante seu governo apresentou queixas sobre assuntos comerciais contra a China.
“Esse Congresso deve garantir que nenhuma empresa estrangeira tenha vantagem sobre os fabricantes norte-americanos quando se trata de obter financiamentos a novos mercados, como a Rússia”, apelou ele, ao lembrar que o governo norte-americano suspeita que a China mantenha a cotação do yuan (moeda chinesa) em um nível artificialmente baixo, beneficiando exportações chinesas.
Obama anunciou ainda a intenção de reforçar a exploração offshore de gás e petróleo, assim como as energias verdes e ampliar as investigações a práticas financeiras fraudulentas que levaram à crise.
Ele destacou também a importância da Educação, desenvolvimento tecnológico e emprego qualificado, segurança energética, condições para o sucesso futuro dos Estados Unidos.
Em relação à política internacional, Obama disse que a “América está de volta” e rejeitou o “declínio” de influência. Nos próximos dias, ele fará um percorrerá o país para promover os pilares do seu discurso do Estado da União, passando pelas regiões de Iowa e Arizona, além de Las Vegas, Denver e Ann Arbor.
* Com informações da Agência Brasil

União Europeia aprova embargo ao petróleo do Irã nesta segunda-feira

Os ministros das Relações Exteriores dos países que integram a União Europeia (formada por 27 nações) aprovaram nesta segunda-feira (23) medidas de embargo petrolífero gradual ao Irã, assim como foi suspenso qualquer financiamento pelo Banco Central iraniano. A decisão foi anunciada em Bruxelas, na Bélgica. Porém, as medidas devem ser homologadas ao longo do dia.
Inicialmente, o acordo estabelece a interdição imediata de novos contratos no setor petrolífero entre o Irã e qualquer país da União Europeia. Também determina uma fase de transição até 1º de julho para que os contratos existentes possam ser anulados.
Houve um debate intenso em torno das medidas até o último momento devido à resistência por parte da Grécia, que depende das exportações do Irã. Para os gregos, o ideal seria adotar uma fase de transição com prazo de um ano.
Pelo acordo, os europeus devem substituir as exportações do Irã por outros países produtores do Golfo. De acordo com dados da União Europeia, o Irão vende cerca de 20% do petróleo que produz a países europeus, mas o essencial da produção é vendida na Ásia.
Os líderes da União Europeia e dos Estados Unidos trabalham para convencer os políticos dos países asiáticos, como a Índia, a reduzir as importações de hidrocarbonetos iranianos. As medidas fazem parte de uma pressão internacional para que o Irã suspenda o desenvolvimento do seu programa nuclear, que é suspeito de produzir armas.
As autoridades iranianas negam as suspeitas. O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, nega as acusações. Para as autoridades iranianas, as suspeitas são geradas por questões políticas e não técnicas. Mas a Agênica Internacional de Energia Atômica (Aiea) informou que há indícios que levam às desconfianças.
* Com informações da Agência Brasil

Record corre para terminar gravações da minissérie de R$ 25 milhões

Atrasada, Record está correndo contra o tempo para terminar as gravações externas da minissérie “Rei Davi”, que custou R$ 25 milhões.
A estreia está prevista para o dia 24 de janeiro. Ontem algumas horas depois de apresentar a história à imprensa, o diretor Edson Espinello e sua equipe viajaram para Diamantina, Minas Gerais, para concluir as cenas, mas devido às chuvas, as sequencias estão bem atrasadas.
“Rei Davi” é uma superprodução custeada em cerca de R$ 25 milhões, em cada episódio se gasta R$ 850 mil. Essa é a terceira minissérie bíblica da emissora do bispo Edir Macedo. Os atores principais da trama são Leonardo Brício, Renata Dominguez e Paulo Gracindo, e foi escrita por Vivian de Oliveira, mesma autora de “A História de Ester”.
Fonte: Folha

Igrejas cristãs subterrâneas são descobertas na Coreia do Norte

Desde a morte inesperada do líder norte-coreano Kim Jong-il, em 17 de dezembro, que deu o poder do país para seu filho Kim Jong-Um, a igreja subterrânea da Coreia do Norte enfrenta uma crescente perseguição.
“Há três semanas sete igrejas subterrâneas foram descobertas na Coreia do Norte”, disse Thomas Kim, diretor-executivo do Ministério Cornerstone, que está ativamente envolvido em servir a igreja norte-coreana. “Tem sido muito difícil para eles”, afirmou.
Aparentemente o governo do país teme que aconteça na Coreia do Norte o mesmo que ocorreu em algumas regiões do Oriente Médio durante a Primavera Árabe. “Eles estão com medo da população se revoltar”, observa Thomas Kim. “Ele estão assustados com a expansão da fé cristã, porque os cristãos do país não têm medo de morrer pelo que acreditam”, disse.
As autoridades próximas ao novo líder Kim Jong-Um estão ansiosas para que a transição de governo seja feita de modo tranquilo e isso está impactando a igreja. “O regime tem colocado mais pressão sobre a igreja para estabilizar a sociedade”, disse Thomas Kim.
Nos meses que precederam a morte de Kim Jong-il, aconteceram poucas pesquisas para se ter noção de quantos cristãos estão envolvidos em igrejas subterrâneas. No entanto isso mudou e atualmente o governo está fiscalizando tudo de perto. “Agora, o regime está enviando pessoas para que possam se infiltrar nas igrejas clandestinas. Os cristãos norte-coreanos precisam mais do que nunca de nossas orações”, afirmou o diretor-executivo do Ministério Cornerstone.
Kim acredita que uma mudança virá quando os conselheiros do atual governante forem substituídos por pessoas mais jovens. “As pessoas que estão ao redor de Jong-Um estão no governo há muito tempo. É provável que até os conselheiros do presidente sejam mudados”, observa Kim.
A comunidade internacional deve continuar a pressionar a Coreia do Norte para que ela conceda mais liberdade ao seus cidadãos.
Ore para que essa liberdade seja concedida e para que os cristãos norte-coreanos tenham liberdade para praticar a sua fé no país.
Fonte: PortasAbertas.org.br

Ex-striper cria polêmica fazendo dança sensual com música cristã

Uma ex-striper dos Estados Unidos, Crystal Dean, causou polêmica encenando uma dança sensual, conhecida como “pole dance”, ao som de uma música cristã.
A modalidade que é conhecida através de seu apelo erótico e atração em muitas casas noturnas, foi denominada por Crystal de “Pole Fitness for Jesus” (dança para Jesus), adicionando música gospel para embalar as coreografias.
Durante entrevista à TV Fox News, a ex-striper disse não ver mal algum nesta prática e ressaltou que não se importa com o julgamento das pessoas, pois ela é verdadeira cristã e vai à igreja todos os domingos. Crystal afirma que está muito bem com Deus e “isso é o que importa”.

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Com novo governo, igreja subterrânea teme maior perseguição

  Desde a morte inesperada do líder norte-coreano Kim Jong-Il em 17 de dezembro, que deu o poder do país para seu filho Kim JongUn, a igreja subterrânea da Coreia do Norte tem visto e enfrentando uma crescente perseguição.
     “Há três semanas, sete igrejas subterrâneas foram descobertas na Coreia do Norte”, disse Thomas Kim, diretor-executivo do Ministério Cornerstone, que está ativamente envolvido em servir a igreja norte-coreana. “Tem sido muito difícil para eles”, disse ele.
     A liderança do país, aparentemente, está com medo que aconteça no país o que aconteceu em alguns países do Oriente Médio durante a Primavera Árabe. “Eles estão com medo da população se revoltar”, observa Kim.
     “Ele estão assustados com a expansão da fé cristã, porque os cristãos do país não tem medo de morrer pelo que acreditam”.
    As autoridades que estão próximas a Kim Jong-Um estão ansiosas para que a transição de governo seja feita de modo tranquilo, e isso está impactando a igreja. “O regime tem colocado mais pressão sobre a igreja para estabilizar a sociedade”, disse Kim.
    Nos meses que precederam a morte de Kim Jong-Il, houve poucas pesquisas para se ter noção de quantos cristãos estão envolvidos em igrejas subterrâneas, mas isso mudou e o governo está fiscalizando tudo de perto agora.
    “Agora, o regime está enviando pessoas para que possam se infiltrar nas igrejas clandestinas. Os cristãos norte-coreanos precisam mais do que nunca de nossas orações”, disse Kim.
    Kim acredita que uma mudança virá quando os conselheiros de Kim Jong Un forem substituídos por pessoas mais jovens. “As pessoas que estão ao redor de Jong Un estão no governo há muito tempo. É provável que até os conselheiros do presidente sejam mudados”, observa Kim.
    A comunidade internacional deve continuar a aplicar pressão sobre a Coreia do Norte para ela conceda mais liberdade para seus cidadãos. Ore para que essa liberdade seja concedida e para que os cristãos possam ter mais liberdade para praticar a sua fé no país.

Cuba volta atrás e permite cultos cristãos em lugar público

Cuba volta atrás e permite cultos cristãos em lugar público
     Mais de 2000 pessoas participaram de uma festa cristã em uma praça pública em Cuba na semana passada. Desde o final de 2011, a igreja cristã residente na ilha tem testemunhado momentos importantes. Isso seria impensável alguns anos atrás, especialmente quando Fidel Castro ainda estava no poder.
     Nos últimos meses, Cuba tem feito algumas concessões e se abrindo economicamente para o restante do mundo. Parece que a visita do Papa, programada para daqui a alguns meses, mexeu com a questão religiosa também.
     Comunista, o regime cubano ensinava o ateísmo e embora a ilha tenha muitas igrejas, os evangélicos eram perseguidos. Proibidos de fazer cultos públicos, a igreja cresceu de maneira subterrânea. Mas não sem testemunhar  a prisão e morte de muitos pastores e líderes durante décadas de repressão.
    O jornalista cubano Oscander Rodriguez diz que muitos veem esta abertura de agora como uma resposta às orações de muitos anos. “Isso aconteceu primeiro em 2011, em várias províncias. As igrejas se uniram em adoração, em um momento de celebração em praças públicas, onde puderam ajudar todas as pessoas que quiseram. Passaram a ser capaz de reunir livremente os membros de igrejas em lugares onde havia pregação, adoração e também um chamado ao arrependimento”.
    Rodriguez diz que esta abertura depois de tantos anos de proibições permite a ligação e o fortalecimento da igreja evangélica em Cuba.
     “Como Igreja estamos muito pertos uns dos outros. Isso é possível perceber em cada uma dessas reuniões. A igreja evangélica não são estas paredes… Hoje nós podemos falar de uma igreja evangélica fortalecida. ”
      Os cristãos esperam que este ano o governo continue a se abrir para o restante do mundo e eles possam pregar o evangelho sem restrições.
     “Para 2012 temos muitas expectativas, estamos na época da colheita do evangelho. É um reavivamento que começou nas últimas décadas do século passado. Ainda estamos colhendo e esperando para ver o que Deus pode fazer. Sabemos que para Deus nada é impossível “, conclui Rodriguez.
     Estima-se que entre a população de 11 milhões de pessoas em Cubam, um milhão sejam cristãos.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Depois de sua filha receber uma Bíblia na escola, bruxa protesta para que escolas distribuam livro de feitiços

Depois de sua filha receber uma Bíblia na escola, bruxa protesta para que escolas distribuam livro de feitiços
Ginger Strivelli é seguidora da Wicca, um tipo de bruxaria e se intitula pagã. Strivelli está questionando as autoridades americanas de não tem o mesmo direito que o grupo missionário Gideões em distribuir seu “livro sagrado” nas escolas púbicas.
Os Gideões Internacionais entregaram várias caixas de Bíblias na secretaria da escola North Windy Ridge, onde a filha da bruxa estuda. Todos os estudantes interessados podiam levar um exemplar para casa, e quando sua filha chegou em casa com um exemplar do livro sagrado ela questionou que as escolas não deveriam distribuir materiais de uma religião e não de outras.
Segundo Strivelli a escola respondeu que disponibilizaria da mesma forma textos religiosos doados por qualquer grupo. Porém ela diz que quando apareceu na escola levando livros de feitiços da Wicca foi mandada embora, e por isso decidiu protestar.
A história ganhou notoriedade na mídia e levou o conselho escolar a emitir uma nota oficial dizendo: “No momento estamos revisando políticas sobre essa prática com os advogados do conselho escolar. Durante este período, nenhuma escola no sistema estará aceitando doações de materiais que defendam uma determinada religião ou crença”. A decisão do conselho deve sair até o dia 2 de fevereiro.
De acordo com a Fox News Michael Broyde, professor e pesquisador no Centro para o Estudo do Direito e Religião da Emory University falou sobre o tema. Ele disse que “você deve abrir as escolas públicas para todo tipo de material religioso, ou você pode proibir todo tipo de material religioso”. O processor completou afirmando: “Você não pode dizer: Vamos distribuir material religioso, mas apenas de uma fé em particular”.
Strivelli afirmou ainda que muitos pais cristãos que tem filhos na North Windy Ridge apoiam seu protesto. Ela explica a posição dos pais cristãos dizendo que é “porque, entendem que não gostariam de ver na porta da escola as Testemunhas de Jeová distribuindo suas revistas ou católicos entrando ali distribuindo Rosários”, e enfatiza “do mesmo modo eu não gostei de saber que distribuíram Bíblias”.
Essa questão da mistura entre religião e estado tem causado polêmicas por todo o mundo e a discussão envolvendo escolas já causou problemas também na Alemanha e na Irlanda.
Fonte: Gospel+

Jean Wyllys emite nota oficial após irritar cristãos ao criticar o Papa por declarações contra o casamento gay

Jean Wyllys emite nota oficial após irritar cristãos ao criticar o Papa por declarações contra o casamento gay
Após a repercussão negativa de suas declarações contra o Papa, o deputado e ativista gay Jean Wyllys divulgou nota oficial em seu site explicando sua postura. Num tom ameno, Jean afirma que “insurgiu-se contra as declarações homofóbicas do papa”, pois em sua opinião, o Papa Bento XVI “ofendeu e desrespeitou, na sua dignidade humana, milhões de pessoas homossexuais no mundo inteiro”.
Na ocasião o Papa Bento XVI, declarou que era necessário preservar “a família, fundada sobre o matrimônio entre um homem e uma mulher” e evitar “as políticas que atentam contra a família ameaçam a dignidade humana e o próprio futuro da humanidade”. Como reação às declarações do Papa, Jean afirmou que Bento XVI era um “genocida em potencial”.
Em sua nota explicativa, Jean afirma que “o papa já falou claramente a mesma coisa e com palavras mais diretas quando assinou documentos do Vaticano contra o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo” e que sua posição de responsabilizá-lo por eventuais atos homofóbicos se deve ao fato de que “o papa não estava falando só para os católicos, mas também para as manchetes dos jornais do dia seguinte e, através delas, para os governos de todos os países do mundo onde o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo é legal ou está sendo debatida sua legalização, em mais uma tentativa de a Igreja exercer pressão sobre governos, deputados, senadores, e a mídia em geral”.
Para o deputado Wyllys, o fato de existirem heterossexuais e homossexuais nunca vai mudar e que sua reação “foi em defesa da dignidade das pessoas com orientação sexual diferente da ‘norma’, porque, mesmo diferentes, essas pessoas também são seres humanos”.
Fonte: Gospel+